Dicas de melhores Cartões Pré Pagos

Os cartões de crédito pré pago são a nova tendência do mercado de consumo. Esta opção, que garante ao consumidor um maior controle sobre seus gastos, está cada vez mais popular em todo o país.

Um cartão pré pago é aquele que você coloca créditos antes de poder utilizar. Desta forma, o valor a ser gasto não pode ultrapassar o que foi depositado como crédito, evitando gastos desnecessário que o cartão de crédito comum acaba permitindo.

Existem diversas opções de cartões pré pagos no mercado brasileiro, dentre os mais populares está o  Avista, uma opção de crédito pré-pago que mais cresce em todo o país. Confira abaixo mais detalhes sobre como funciona e como fazer o seu cartão.

cartao credito

Sobre a Avista

A AVISTA S.A. Administradora de Cartões de Crédito é uma empresa de prestação de serviços de emissão de cartões, credenciamento de estabelecimentos comercias e processamento de cartões de crédito.

Criada em 2001 pelo empresário Walter Piana a empresa faz parte do Grupo WIG Piana que desenvolve atividades mercantis, imobiliárias, varejo financeiro e consultoria financeira Atualmente fortalecida no mercado a AVISTA possui um portfólio de mais de três milhões de cartões de crédito e mais de 45 mil lojistas parceiros em todo o território brasileiro.

Mesmo com pouco conhecimento no mercado brasileiro, a empresa atua em estados como Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, buscando parcerias com redes de supermercados, farmácias, postos de gasolina e redes de varejo. Os cartões oferecidos pela AVISTA são voltados para as classes econômicas C, D e E que, nos últimos anos, tiveram um visível aumento no poder de compra.

Confira as novas regras do crédito rotativo do cartão de crédito

Como solicitar seu cartão?

Para solicitar um cartão Avista, basta entrar em www.avista.com.br/solicite-seu-cartao.html e preencha um formulário. Para conclusão, é necessário comparecer a uma loja credenciada para apresentar seus documentos e assinar o contrato de adesão.

Você precisa ser aprovado na análise de crédito, para isso é fundamental que o interessado não possua nenhuma restrição nas empresas de proteção ao crédito. Lembrando que o preenchimento da solicitação não caracteriza obrigatoriamente a aprovação da solicitação porque isso se trata de um produto financeiro. Confira as vantagens:

  • Não é necessário ter conta em banco
  • Tenha um limite para comprar em milhares de estabelecimentos credenciados
  • Serviços de recarga fácil e alerta via SMS
  • Aceito em milhares de Estabelecimentos de todo o Brasil
  • Anuidade diferenciada.

Tipos de Cartões AVISTA

Os principais cartões de crédito oferecidos são:

  • Cartão de Crédito AVISTA: um cartão de crédito tradicional, com vantagens e taxas de juros competitivas;
  • Cartão de Crédito Private Label: cartão em parceria com estabelecimentos comerciais;
  • Cartão Convênio: cartão oferecido por empresas ao seus funcionários;
  • Cartões Pré e Pós-Pagos: também oferecido por empresas e substitui o uso de vales.

As faturas dos Cartões de Crédito são enviadas pelos correios para o endereço cadastrado. No caso do não recebimento, você pode ligar para a central de atendimento nos números 3003-3210 ou 0800 725–3210 ou acessar o site da AVISTA e clicar em 2ª via do boleto. Até o dia do vencimento, o pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária normalmente, mas após o vencimento, você só poderá efetuar o pagamento no lugar onde fez seu cartão. Recomendamos colocá-lo em débito automático em uma de suas contas.

Para fazer a consulta de seu saldo, seus limites e seu extrato, basta entrar no site da AVISTA, colocar o número de seu cartão e a senha na área exclusiva e escolher a opção desejada

Em caso de alguma dúvida, crítica, queixa, reclamação ou sugestão entre em contato no fale conosco do site www.avista.com.br. ou pelos telefones: Atendimento ao cliente – 3003-3210 nas regiões metropolitanas e 0800 725–3210 nas demais localidades e Atendimento ao lojista – 3003-5822 nas regiões metropolitanas e 0800 725-5822 nas demais localidades.

Sobre as novas do crédito rotativo do cartão de crédito

O cartão de crédito é um recurso financeiro bastante utilizado pela população brasileiro. Trata-se de uma ferramenta essencial principalmente para as pessoas que vivem com orçamento apertado em períodos de meio de mês. No entanto, embora seja um ótimo serviço, o cartão de crédito é um grande vilão da economia brasileira. Para evitar que esses problemas afetam mais ainda o cenário econômico, foi apresentado este mês novas regras do cartão de crédito. Então, quer saber quais são? Leia o artigo abaixo e informe-se!

cartão de crédito

Novas regras do Cartão de Crédito

As novas regras do cartão de crédito foram definidas pelo Conselho Monetário Nacional, também conhecido como CMN. Elas estão em virgo desde o início do mês. Essas novas regras do cartão de crédito definem que os usuários que não conseguirem fazer o pagamento integral da fatura do cartão de crédito só poderão ficar no crédito rotativo por um período de 30 dias. O crédito rotativo é uma opção ideal para os consumidores que não quer ou não pode efetuar o pagamento da fatura no vencimento, mas pretende realizar o pagamento do valor brevemente.

Com isso, a nova regra do cartão de crédito define que as instituições administradoras de cartões de crédito transfiram para o crédito parcelados, que cobra valores menores, os valores do crédito rotativo que não forem pagos nos primeiros 30 dias.

Essa nova regra foi apresentada, inicialmente, na reforma microeconômica anunciada pelo governo do presidente Michel Temer ao término do ano passado. Com essa nova regra, o governo pretende evitar que o consumidor se endivide indefinidamente com os juros do cartão de crédito. De acordo com dados do Banco Central, a taxa de juro do rotativo encerrou 2016 em 484,6% ao ano.

Como eram as regras do cartão de crédito até agora?

Antes da implantação dessas novas regras à respeito do cartão de crédito, o usuário necessitava pagar, no mínimo, 15% do valor da fatura do cartão de crédito até a data de vencimento da tarifa. Então, o restante da dívida seria empurradas para o próximo mês, com a adição de juros do cartão considerados proibitivo.

Então, no mês seguinte, o consumidor recebia sua tarifa do cartão de crédito com o valor total da dividida do mês anterior mais os juros. Novamente, caso não conseguisse efetuar o pagamento do valor integral, o cliente poderia fazer de novo o pagamento mínimo de 15%, e assim  sucessivamente. É desta ação que surge o apelido “bola de neve” relativo a utilização do crédito rotativo do cartão de crédito.

Com as novas regras do crédito rotativo, o consumidor terá 30 dias para efetuar o pagamento. Após esse período, o usuário poderá pagar o total da fatura, com juros menores, ou pegar um empréstimo com taxas mais baixas para parcelar a dívida. Desta forma, é bom para a econômica brasileira e também um alívio no bolso dos brasileiros.

Fonte: http://creditocartao.com.br/